05 maio 2015

Resenha - Livro: O Começo de tudo - Robyn Schneider





O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.

Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.

Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios? (Skoob)
Imaginei que fosse um livro de grandes acontecimentos e alguns de fato bem chocantes, posso citar o acidente na montanha russa na Disney (isso me fez criar grande expectativa sobre o livro) mas infelizmente esses acontecimentos caem no esquecimento no decorrer narrativa o que me fez refletir se houve a real necessidade do ocorrido.

No desenrolar da estória é possível se divertir e rir sem perceber. Algumas questões e suspeitas são levantadas envolvendo Cassidy Thorpe mas não são convincentes e no fim quando a revelação acontece é superficial e fraca, como se eu já soubesse o tempo todo.

Não consegui me colocar na pele do personagem, o que por vez pode não ser um fator ruim pois Ezra é um garoto com pensamentos e características típicas masculinas, ponto positivo pra autora que desenvolveu bem a personalidade do personagem. Nas últimas páginas existe um sentimentalismo forçado com um fim planejado para que fosse impactante, mas sem ter sido explorado como devia.

Analisando o livro como um todo entendi que mais do que pra refletir é um livro pra entreter, sendo assim um misto de emoções. O Começo de Tudo é trágico e ao mesmo tempo leve, com um humor de canto de boca e finalizado com um fim triste e realista.










Nenhum comentário:

Postar um comentário